14 de março de 2008

"Morreu na contramão atrapalhando o tráfego"

A letra completa de música, obviamente, é importante. Mas há versos que têm força para se destacar do texto, para tirar o fôlego, para se tornar quase slogans.
Demorou. Mas depois de centenas (ou talvez milhares) de e-mails pedindo o ranking de Eu Quero um Samba sobre os melhores versos da música brasileira de todos os tempos, a lista finalmente está pronta. Vamos a ela:

1º - “Morreu na contramão atrapalhando o tráfego”, de Construção (Chico Buarque)

2 ª – “Tire seu sorriso do caminho que quero passar com a minha dor”, de A Flor e o Espinho (Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito)

3º - “Não confio na polícia, raça do caralho”, de Homem na Estrada (Racionais MCs)

4º “Relógio em vez de retrato na cabeceira”, de Cara Limpa (Paulo Vanzolini)

5º “Tudo aquilo que o malandro pronuncia com voz macia é brasileiro, já passou de português”, de Não tem Tradução (Noel Rosa)

6º “Ali onde eu chorei, qualquer um chorava, dar a volta por cima que eu dei quero ver quem dava”, de Volta por Cima (Paulo Vanzolini)

7º “Vinte e cinto, francamente, foi de graça”, de Praça Clóvis (Paulo Vanzolini)

8º “Tudo penso e nada falo, tenho medo de chorar”, de Último Desejo (Noel Rosa)

9º “Teus seios inda estão nas minhas mãos”, de Eu te Amo (Chico Buarque)

10º “Feliz daquele que sabe sofrer”, de Rugas (Nelson Cavaquinho, Augusto Garcez e Ary Monteiro)

11º “Te perdôo por te trair”, de Mil Perdões (Chico Buarque)

12º “Eu não sei bem com certeza porque foi que um belo dia quem brincava de princesa acostumou na fantasia”, Quem te viu, Quem te vê (Chico Buarque)

13º “Quem trouxe você fui eu, não faça papel de louca”, de Sem Compromisso (Geraldo Pereira e Nelson Trigueiro)

14º “E me beija com a boca de hortelã”, de Cotidiano (Chico Buarque)

15º “Impulsos de amor, de amor, três”, de Identificação (Tom Zé)

16º “E dei pra maldizer o nosso lar”, de Atrás da Porta (Francis Hime e Chico Buarque

17º “Deixe em paz meu coração, que ele é um pote até aqui de mágoa”, Gota D’água (Chico Buarque)

18º “É samba que eles querem, nada mais”, de A Ordem é Samba (Jackson do Pandeiro)

19º “A tempo de poder a gente se desvencilhar da gente”, de Todo o Sentimento (Cristóvão Bastos e Chico Buarque)

20º “Quando me roça a nuca e quase me machuca com a barba malfeita”, de O meu Amor (Chico Buarque)

21º “Te recolher pra sempre à escuridão do ventre, curuminha” de Uma Canção Desnaturada (Chico Buarque)

22º “Eu só sei que quando eu a vejo me dá um desejo de morte ou de dor”, de Nervos de Aço (Lupicínio Rodrigues)

23º “Que este já não bate nem apanha", de Socorro (Arnaldo Antunes)

24º “Meu samba vai, diz a ela que o coração não tem cor”, de Preconceito (Wilson Batista)

25º “Que aos poucos descreve um arco e evita atracar no cais”, de Pedaço de Mim (Chico Buarque)

26º “Que se dane o Evangelho e todos os orixás”, de Dueto (Chico Buarque)

27º “É desconcertante rever o grande amor”, de Anos Dourados (Tom Jobim e Chico Buarque)

28º “Sabe lá se está vestida ou se dorme transparente”, de A Noiva da Cidade (Chico Buarque)

29º “Não arranque minha cabeça da sua cortiça”, de Leve (Chico Buarque e Carlinhos Vergueiro)

30º “Por amor, por favor é pra ela voltar, sim” (Vinícius de Moraes e Chico Buarque)

31º “Mas depois de um ano eu não vindo ponha a roupa de domingo e pode me esquecer”, de Acorda Amor (Chico Buarque)

32º “Ser mãe é desdobrar fibra por fibra os corações dos filhos”, de Mamãe, Coragem (Torquato Neto)

33º “Com quantos quilos de medo se faz uma tradição?”, de Senhor Cidadão (Tom Zé)

34º “Deus me ensinou praticar o bem, Deus me deu essa bondade”, de Cuidado com a Outra (Nelson Cavaquinho)

35º “Sei que ela pode ser mil, mas não existe outra igual”, de Ela faz Cinema (Chico Buarque)

36º “Não posso mais, eu quero é viver na orgia”, de Oh! Seu Oscar (Wilson Batista)

37º “Batuque é um privilégio, ninguém aprende samba no colégio”, de Feitio de Oração (Noel Rosa e Vadico)

38° “O meu luto é saudade e saudade não tem cor”, de Silêncio de um Minuto (Noel Rosa)

39º “Ser estrela é bem fácil, sair do Estácio é que é o X do problema”, de O X do Problema (Noel Rosa)

40º “Dispensa essa vadia, eu vou voltar”, de Palavra de Mulher (Chico Buarque)

41° “Mas não vai dizer depois que você não tem vestido, que o jantar não dá pra dois”, de Você Vai se quiser (Noel Rosa)

42º “Minha alma segue aflita e eu me esqueço até do futebol”, de Falando de Amor (Tom Jobim)

43° “Solidão apavora, tudo demorando em ser tão ruim”, de Desde que o Samba é Samba (Caetano Veloso)

44º° “Meu Deus do céu, que palpite infeliz”, de Palpite Infeliz (Noel Rosa)

45° “E o venerável cardeal disser que vê tanto espírito no feto e nenhum no marginal ”, de Haiti(Caetano Veloso)

46º “Certezas e esperanças pra trocar por dores e tristezas que bem sei um dia ainda vão findar”, de Porta Estandarte (Geraldo Vandré)

47º “Isso não acontece”, de Acontece (Cartola)

48º “Deixando espinhos que dilaceram meu coração
”, de Não quero mais Amar a ninguém (Cartola)

49° “Meu coração tem mania de amor”, de Foi um Rio que Passou na minha Vida (Paulinho da Viola)

50º “Piririm,piririm, piririm, alguém ligou pra mim”, de Atoladinha (Bola de Fogo – em homenagem a Luiz Cotrim)

Lista sujeita a alteração sem aviso prévio.

Obs: ter muito “Chico Buarque” é culpa dele, não minha.

14 comentários:

Anônimo disse...

òtima lista!! mas prefiro "se já confundimos tanto as nossas pernas
diz com que pernas eu devo seguir" em Eu te Amo. Mas a lista e sua, ok! rs

Beijos

Z.

pereira.cinthia disse...

Bom à Beça o Blog do Bruno!

Liginha disse...

Muito boa a lista, Bru!! E já que ela esta sujeita a alteração, aí vão algumas:

"Ouça um bom conselho, que eu lhe dou de graça. Inútil dormir que a dor não passa"

"Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou"

"Fotografei você na minha Rolley-Flex. Revelou-se a sua enorme ingratidão"

"Vingança, meu amigo, eu não quero vingança. Os meus cabelos brancos
me obrigam a perdoar uma criança.." (Nelson Cavaquinho)

"Organizaste uma festa em mim" (Nelson Cavaquinho)

Bjs!
Li

SouMusic disse...

Bixo, acho que levaria uns 300 anos pra fazer uma lista menor que essa.... não consigo listar nem música, qnt mais...

Qual o critério que vc sou pra escolhar?!

Compositores, só usou os meçhores hein?!

Vlw!!!

Carolina disse...

Sensacional a lista! Adorei!
Mas faltou: "Doi, um tapinha não dói", de Mc Naldinho e Bella Furacão... Já que está sujeita a alterações. ;-)

Simone Iwasso disse...

"caminhando nas pontas dos pés, como quem pisa nos corações, que rolaram dos cabarés"
(chico buarque)

"na noite a lua prateada silenciosa ouve as nossas canções"
(cartola)

Yaya disse...

Adorei a lista! parabéns!
Vou me arriscar a sugerir:

"e aquela tal malandragem não existe mais"

e

"eu vou ao samba pq longe dele eu não posso viver/ de fato eu tenho com ele uma velha intimidade/se fico sozinho ele vem me socorrer".

Anônimo disse...

Tirando a última, sua lista é perfeita. Mas, eu queria que você arriscasse um verso, somente um, como o mais bonito.

Daniel disse...

Beleza de lista Bruno.
Só faltou umas duas ou três do Vinicius. Acho que deverias aumentar pra 100.

"Quem já passou por essa vida e não viveu, pode ter mais mas sabe menos do que eu..."

"Tantas você fez que ela cansou, porque você rapaz, abusou da regra três, onde o menos vale mais..."

Natacha disse...

Tava pensando na minha lista esses dias. Até comecei a escrever os trechos das minhas TOP Twenty...
Gostei da sua lista. Mas taaaaaaaaanto Chico Buarque! Ele merece, vai!

nina disse...

Bruninho...quando eu li a tua lista ...eu lembrei de uns versos do Pablo Neruda..que eu sugiro tb..caso aumentes a lista..pois o jogo de palavras é tb surpreendente..lá vai:
"Não te quero senão porque te quero, e de querer-te a não te querer chego,e de esperar-te quando não te espero, passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo, e a medida do meu amor viajante,é não te ver e amar-te,
como um cego."

nina disse...

Mas..claro que se der tb para Constar poetas estrangeiros...mas ela vai ficar grande à beça..né?

Anônimo disse...

Boa lista! fiz questão de ler todos os versos.

Kodaky disse...

samba enredo não vale?

"Bumbum paticumbum prugurundum. O nosso samba minha gente é isso aí, é isso aí" - Império Serrano

"Liberdade, liberdade! Abra as asas sobre nós" - Dudu Nobre

e muitos outros..