29 de julho de 2009

Ai, Corinthians...

O surgimento de Pelé foi um calvário para o Corinthians. O Rei tinha no time do Parque São Jorge sua vítima preferida (detalhe: dizem que Pelé era corintiano na infância). Durante o período, a equipe não ganhou nada. Foram 22 anos, oito meses e sete dias sem gritar “É campeão!”. A fiel torcida, no entanto, só crescia. Mas a cada ano, a cada título perdido, a cada bola na trave, a angústia aumentava.
.
Esse sofrimento inspirou Paulinho Nogueira a criar Meus 20 anos. Para este blogueiro, a mais singela e comovente música sobre o Corinthians: Até um simples empate que podia consolar / Geralmente é conquistado quando é preciso ganhar / Mas nessas poucas vitórias / Algumas sensacionais / A gente esquece de tudo / Não desanima jamais / Ai, Corinthians, cachaça do torcedor
.
Mas há muitas outras. O Corinthians provavelmente é o clube brasileiro que mais inspirou canções populares. Eis algumas, com os versos mais emblemáticos ao lado:

Corintiá (Gilberto Gil): Ser corinthiano é decidir que todo ano a gente vai sofrer / Se enrolar no pano da bandeira e reclamar se o time não vencer.

Amor Branco e Preto (Rita Lee e Arnaldo Baptista): Meu amor branco e preto / Às vezes me deixou na mão / Mas eu gosto de você / Já não me importa a sua ingratidão.

Bandeira do Timão (Elzo Augusto, conhecida pela voz de Germano Mathias): É que na hora /Que eu peguei aquele pano / Como bom corinthiano / Não tive coragem de rasgar.

Gol de Baltazar (pela voz de Elza Laranjeira): Gol de Baltazar, gol de Baltazar / Sobe o cabecinha: um a zero no placar.

Corinthians do Meu Coração (Toquinho): Ser corinthiano é ir além / De ser ou não ser o primeiro / Ser corinthiano é ser também / Um pouco mais brasileiro.

Moda do Corinthiano (Rolando Boldrin): Deus me deu a minha terra / Meu Brasil, meu ganha pão / E me fez corinthiano / Com muita satisfação.

Corintía, Meu Amor é o Timão (Adoniran Barbosa e Juvenal Fernandes): Como é bom ser alvinegro / Ontem, hoje e amanhã / Respirar o ar mistura / Do Tietê e Tatuapé.

Joga Corinthians (Jorge Ben, conhecida pela voz de Wilson Simonal): Não desanima, não / Pois está chegando o dia da libertação / Do grito / Ser campeão.

Quebra de Tabu (Tião Carreiro e Pardinho, sobre a quebra do tabu sem vitórias sobre o Santos): Até hoje tem um rei / Querendo encontrar a bola / Mas aceitou a escola / Do nosso grande Timão.

Ouça as canções clicando aqui. E Meus 20 Anos no vídeo abaixo.

4 comentários:

Junior disse...

Dessas ai eu tenho a Corintiá, do Gilberto Gil e a do Toquinho, que presume excelentemente bem pra mim o que é ser corinthiano.

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.

Espírito Corinthiano disse...

Prezado Bruno,
lhe indico o espaço que organizo. Chama-se Espírito Corinthiano e dedica-se a pesquisar, organizar e difundir Canções Corinthianas. http://espiritocorinthiano.blogspot.com

Abraços.